guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Luz perde velocidade

Pesquisadores da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, reduziram a velocidade da luz à de um trem (Nature, 26 de março). Para fazer com que ela caísse de 300 mil quilômetros por segundo a pouco mais de 200 quilômetros por hora à temperatura ambiente, precisaram basicamente de um rubi. Com uma técnica especial que usa laser, a equipe de Robert Boyd infiltrou um feixe luminoso de baixíssima amplitude em um rubi comum e assim o tornou transparente à luz.

O feixe de luz que atravessa o rubi é 5 milhões de vezes mais lento que o normal. Experiências anteriores já tinham conduzido a resultados semelhantes, mas a temperaturas próximas a 260º Celsius negativos. A conquista da temperatura ambiente poderá levar ao uso da chamada luz lenta em telecomunicações e redes de computadores com o propósito de transmitir sinais de informação.

Republicar