Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Eficiência Energética

Maratona didática

POLI/USP, ULBRA E UFSM Acima, veículo da USP. Abaixo, dois ganhadores: o de design da Ulbra, à esquerda, e o de bambu da UFSMPOLI/USP, ULBRA E UFSM

Uma conjunção criativa de projetos de engenharia automotiva com o objetivo de economizar combustível esteve presente, no início de novembro, no Cartódromo de Interlagos na cidade de São Paulo. Foi a Maratona de Eficiência Energética que reuniu 19 universidades dos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Três categorias estiveram em disputa. A de veículos a gasolina foi vencida pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) com a incrível marca de 367,05 quilômetros (km) por hora com 1 litro do combustível. A carenagem do carro foi construída com fibras e resinas de bananeira. Na categoria de propulsão elétrica, o carro vencedor, da gaúcha Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), também teve fibras vegetais na carroceria. No caso, a estrutura foi feita de bambu. Ele percorreu 24,35 km com a bateria de uma motocicleta de 125 cilindradas. A média mínima de velocidade foi de 24 km por hora. A também gaúcha Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) foi a campeã na categoria projeto com o primeiro lugar nas duas subcategorias, gasolina e elétrica. Os campeões e vices de cada categoria ganharam um carro Fiat para uso didático e os terceiros colocados, motores flex e diesel para equipar seus laboratórios. A competição também teve patrocínio da Petrobras, Michelin e NSK Rolamentos.

Republicar