Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

Maratona fervilhante

Foi uma maratona científica. Em seis dias, da noite de 13 de julho, quando houve a sessão de abertura da 55a Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), até a noite do dia 18, quando um concerto de encerramento da Orquestra Sinfônica de Recife reuniu Johann Strauss e Chico Science, milhares de pessoas circularam pelo campus da Universidade Federal de Pernambuco para acompanhar 91 simpósios, 53 conferências, 56 minicursos, 3.895 painéis, sete assembléias de sociedades científicas e três sessões especiais.

Além, é claro, das cerimônias de entrega dos prêmios José Reis de Divulgação Científica e Érico Vannuci Mendes e de divulgação dos resultados do 46o Concurso Cientistas de Amanhã. Em número de participantes, foi a maior reunião já realizada pela SBPC: 15 mil inscritos e participação diária estimada em 12 mil pessoas.

A 55a Reunião também inovou com o seu projeto de interiorização. Em faculdades de seis municípios pernambucanos – Arcoverde, Caruaru, Nazaré da Mata, Palmares, Salgueiro e Vitória de Santo Antão – foram instalados telões em que se podia acompanhar conferências em tempo real. Ao todo, nos seis municípios, foram cerca de 2.500 inscritos e o dobro disso em participantes. Um sucesso que a SBPC tentará ampliar na próxima Reunião Anual, em Cuiabá.

O evento mudou também de perfil em relação ao anterior, realizado em Goiânia, em 2002. Foi mais político, como já sinalizava o seu tema geral: Educação, Ciência e Tecnologia para a Inclusão Social. Não por acaso, como assinalou a secretária-geral da SBPC, Regina Pekelmann Markus: “Procuramos juntar o rigor científico a análises, tirando o cientista apenas da geração de conhecimento e trazendo-o para o debate de ações políticas para a superação de problemas”.

Entre esses problemas, destacaram-se os da educação, da universidade, da saúde, da habitação popular, da violência, das desigualdades regionais e da biodiversidade. Entre os méritos do evento, o principal foi mostrar que a ciência e a tecnologia são um importante instrumento de formulação de políticas públicas na solução dos problemas brasileiros.

Republicar