Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Saúde pública

Medicina tradicional chinesa contra a Covid-19

Farmacêutica prepara composto da medicina tradicional chinesa em meados de fevereiro para tratamento de Covid-19

Xinhua / Sipa USA / AGB Photo Library

O governo e a mídia estatal da China estão estimulando o uso de práticas e remédios de sua medicina tradicional no tratamento da Covid-19, mesmo sem respaldo científico. Na falta de uma terapia segura e eficaz da medicina ocidental, o Ministério da Saúde do país asiático recomenda o uso de pílulas, pós, compostos injetáveis e infusão de ervas para aliviar os sintomas da doença e reduzir as mortes. Pesquisadores de instituições internacionais alertam que não há evidências científicas de que essas terapias funcionem contra a Covid-19. Em resposta, o governo chinês argumenta que os tratamentos são seguros por estarem em uso há milhares de anos. Algumas dessas terapias até estão sendo testadas em ensaios clínicos seguindo padrões científicos, mas alguns pesquisadores dizem que os estudos não foram bem planejados e não devem gerar resultados confiáveis. “Não há boas evidências de que a medicina chinesa funcione e, portanto, seu uso não só é injustificado, mas perigoso”, disse Edzard Ernst, especialista em medicina alternativa e professor aposentado da Universidade de Exeter, no Reino Unido, à revista Nature.

Republicar