Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Carne bovina

Mestiço encorpado

Testes feitos na Embrapa Pecuária Sudeste, em São Carlos, indicaram ser macia e saborosa a carne de uma nova variedade bovina resultante do cruzamento entre touros da raça brasileira de origem europeia curraleiro pé-duro (Bos taurus taurus) e vacas nelore (Bos taurus indicus), de origem indiana. O novo animal, a ser apresentado aos produtores nos próximos meses, é resultado de seis anos de trabalho em melhoramento genético coordenado por Geraldo Magela Côrtes Carvalho, da Embrapa, em colaboração com especialistas da Universidade Federal do Piauí, com base no fenômeno da heterose, por meio do qual os animais resultantes de hibridização apresentam melhor desempenho do que a média dos pais. A nova variedade poderia ir para o abate com apenas dois anos, mais cedo que a nelore, e produzir 20 quilogramas (kg) de carne macia, quatro a mais que a nelore, por 100 kg de músculo na carcaça, de acordo com comunicado da Embrapa. Para este ano estão previstos também os primeiros cruzamentos entre touros do mestiço recém-desenvolvido
e vacas de raças brasileiras, como a caracu e a crioula lageana.

Republicar