guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

SciELO

Metáforas do Brasil

O trabalho “As metáforas da identidade em raízes do Brasil: decifra-me ou te devoro”, de Edgar Salvadori de Decca, da Universidade Estadual de Campinas, pretende analisar o uso das metáforas no livro Raízes do Brasil, de Sergio Buarque de Holanda, com o objetivo de tomá-las não somente como artifício literário, mas como projeções históricas de longo alcance na formação da identidade nacional. As metáforas nessa obra devem ser vistas como chaves de entendimento de uma teoria da história do Brasil, que Sergio Buarque procurou construir para dar conta do processo histórico da formação da sociedade brasileira. A partir do título do livro, começamos a compreender as projeções de longo alcance dessas metáforas. Quando o autor fala de raízes, de aventura, de desterro, de semeadura, de limites, de fronteiras e de cordialidade ele nos faz compreender o sentido de nossa história e de nossas desventuras.

Varia História – vol. 22 – nº 36 – Belo Horizonte – jul./dez. 2006

Link para o artigo

Republicar