Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Rotas curtas

Nem sempre mais rápido

RICARDO ZORZETTONova York: trânsito embaralhadoRICARDO ZORZETTO

Quem toma o caminho mais curto nem sempre chega mais rápido. Físicos da Coréia do Sul e dos Estados Unidos avaliaram o que aconteceria se os motoristas usassem diferentes rotas para se deslocar entre dois pontos de Nova York, Boston ou Londres. Resultado: se todos pegassem as rotas mais curtas, o trânsito se tornaria mais complicado. O afluxo de carros obstrui essas rotas, deixando livres as mais longas, segundo estudo a ser publicado na Physical Review Letters. Para escapar, parte dos motoristas faria meia volta atrás de alternativas até que o sistema atingisse um ponto de equilíbrio no qual não se consegue reduzir o tempo até o destino. Nos horários de pico o tráfego obrigaria os motoristas a percorrerem caminhos 30% mais extensos que a menor rota possível (Economist).

Republicar