guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Nova tecnologia em implantes dentários

Pesquisadores do Departamento de Anatomia do Instituto de Ciências Biomédicas da USP (ICB), em conjunto com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), estão desenvolvendo pesquisas com implantes dentários de diferentes metais recobertos por diferentes materiais, como liga de titânio revestida por plasma do mesmo metal.

Contudo, um revestimento que tem demonstrado bons resultados é o poliuretano (composto orgânico acrílico) obtido da planta da mamona, que já está disponível no mercado. Desenvolvido na Usp de São Carlos, esse composto é capaz de aumentar a coesão do implante com o tecido ósseo, aumentando a chamada biocompatibilidade.

A pesquisa sobre esse tema conta com apoio da FAPESP e seu coordenador, o professor titular de anatomia do ICB, Bruno König Jr, ressalta que os resultados têm sido animadores. O poliuretano da mamona já foi tema de duas teses de doutoramento em São Carlos e na Escola Paulista de Medicina e os trabalhos sobre implantes e revestimentos já deram origem a outras oito teses.

Republicar