Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Inovação

Novidades orgânicas

LAURABEATRIZUma drástica mudança na forma como são fabricados os tecidos de nossas roupas e na maneira que iluminamos nossa casa e escritório poderá ocorrer em breve por meio do uso de um filme plástico ultrafino que conduz eletricidade e, ao mesmo tempo, produz energia solar. Tais filmes seriam desenvolvidos com Oleds, sigla em inglês para diodos orgânicos emissores de luz. Esses dispositivos seriam totalmente flexíveis, o que permitiria a criação de displays luminosos e eletrônicos em qualquer material. Com isso, roupas ou embalagens poderiam mostrar informações eletrônicas a toda hora. Esses super-Oleds também poderiam nos avisar que a comida na geladeira estragou ou está dentro da validade e, numa emergência, o uniforme do policial seria capaz de emitir mensagens de alerta para o público. As pesquisas para esses tipos de Oleds estão sendo realizadas por um consórcio internacional liderado pela Universidade de Bath, no Reino Unido, e com a participação de instituições e empresas dos Estados Unidos, China, Bélgica, Itália e Dinamarca. Atualmente essa tecnologia já é usada em pequenas telas, como as de celulares e tocadores de MP3. Em outubro a Sony apresentou em uma feira em Tóquio, no Japão, a primeira televisão produzida com Oleds. Ela possui 11 polegadas e apenas 3 milímetros de espessura, além de gastar menos energia elétrica.

Republicar