guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Bioquímica

O gatilho da força muscular

Andrea Piacquadio / Pexel

Um grupo internacional de pesquisadores identificou um composto químico que serve de gatilho molecular para o ganho de força decorrente do exercício físico. O composto é o succinato, que participa do ciclo de transformação da glicose (açúcar) em energia nas células. Durante o exercício, o interior das células musculares se torna mais ácido, permitindo a liberação de succinato para o tecido. Na vizinhança, o succinato age como mensageiro químico e estimula a captação de glicose, o aumento de proteínas contráteis e a ramificação de neurônios que controlam o acionamento das células musculares, melhorando a eficiência do músculo (Cell, 17 de setembro).  O achado resulta de experimentos com roedores e seres humanos feitos pelo grupo de Edward Chouchani, da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, com a participação dos brasileiros Luiz Henrique Bozi, que faz estágio de pós-doutorado em Harvard, e Julio Cesar Ferreira, pesquisador da Universidade de São Paulo.

Republish