guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Brasil

O impacto do asfalto

Numa parceria com o Ministério da Saúde, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) vai lançar um edital que destinará R$ 2,5 milhões para pesquisas em saúde na área da BR-163, rodovia que liga Cuiabá, em Mato Grosso, a Santarém, no Pará. A estrada foi aberta há três décadas e mobilizou milhares de brasileiros para o plano do governo militar de ocupar a Amazônia. Em 2007, segundo os planos do governo federal, a Cuiabá-Santarém deverá ser asfaltada, dentro do programa de parcerias público-privadas. A obra terá grande impacto econômico, pois irá facilitar o escoamento da soja na fronteira agrícola do Mato Grosso. Certamente também terá um impacto ambiental ao atrair mais pessoas para a região. Projeções feitas por ecologistas sugerem que, num espaço de duas décadas, poderá provocar um desmatamento de 30% a 40% da Amazônia. O edital do CNPq vai financiar pesquisas que reduzam os prejuízos à saúde da população local causados pela obra. Serão apoiados projetos em várias linhas, como avaliação das políticas, programas e serviços; endemias; saúde e ambiente; prejuízos associados a traumas e violências; segurança alimentar; e saneamento ambiental. A seleção dos projetos será feita em duas etapas. A primeira prevê a avaliação de um plano de trabalho preliminar, que deverá ser apresentado pelos candidatos até 26 de agosto. Num segundo momento serão avaliadas as versões completas dos projetos selecionados. A contratação deles está programada para acontecer na primeira quinzena de dezembro.

Republish