Guia Covid-19
Imprimir Republicar

Covid-19

Ônibus é adaptado para os tempos de pandemia

Empresa cria veículo com tecnologias para dificultar a contaminação dos passageiros pelo novo coronavírus

Para evitar o contato entre os passageiros, o novo modelo de ônibus tem poltronas individuais separadas pelo corredor

Gelson Mello da Costa/Marcopolo

A companhia gaúcha Marcopolo, especializada na fabricação de carroceria de ônibus, desenvolveu soluções para que veículos destinados ao transporte intermunicipal e interestadual e ao uso corporativo possam rodar com segurança durante e depois da pandemia. Os novos modelos são dotados de dois corredores e mais espaçamento entre as poltronas, de forma que os passageiros fiquem distantes uns dos outros. Contam também com cortinas de proteção antimicrobianas, feitas de um laminado de PVC flexível, criando cabines individuais para os viajantes.

Outra novidade é o sistema FIP Onboard para esterilização por névoa da cabine de passageiros a fim de manter o ar livre de microrganismos. Já os sanitários são dotados de uma tecnologia para autodesinfecção por raios ultravioleta do tipo C (UVC). Testada pelo Laboratório de Microbiologia Clínica da Universidade de Caxias do Sul, a inovação se mostrou capaz de eliminar vírus e bactérias.

Gelson Mello da Costa/MarcopoloCortinas antimicrobianas criam cabines individuais para os passageirosGelson Mello da Costa/Marcopolo

O setor de transporte rodoviário de passageiros foi fortemente impactado por causa do risco de contaminação pelo Sars-CoV-2, causador da Covid-19. Elaborada pela área de inovação da companhia, a plataforma de soluções é destinada a ônibus novos, mas também pode ser adaptada a veículos usados, inclusive de outros fabricantes.

Segundo a assessoria de comunicação da Marcopolo, todas as inovações já estão sendo comercializadas e são oferecidas separadamente ou integradas em um único veículo. Com sede em Caxias do Sul, a empresa gaúcha é uma das maiores fabricantes de carrocerias de ônibus do mundo, tendo fabricado 15,7 mil veículos em 2019. Além do Brasil, está presente em oito países da Ásia, América Latina, África e Oceania.

Republicar