guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Os perigos de ensinar

Professores da educação básica estão mais sujeitos a distúrbios psíquicos do que o resto da população. A conclusão está em trabalho de outubro na Revista de Saúde Pública, que analisou questionários respondidos em 2001 por 808 professores da rede municipal e 216 de escolas particulares, em Vitória da Conquista (BA). O censo constatou que 44% dos professores sofrem de distúrbios que podem afastá-los da sala de aula: ansiedade, depressão e somatizações. Comparação com estudos anteriores sugere que outros setores da sociedade gozam de melhor saúde mental. Os professores, com carga horária média de 30 horas semanais, apontam trabalho repetitivo, ambiente estressante, ritmo acelerado, fiscalização contínua e pressão da direção como as principais fontes do problema. Os próprios mestres já batizaram a síndrome: é a outubrite, que ataca sobretudo no final dos trimestres ou semestres do ano escolar.

Republicar