guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Os quasares mais distantes da Terra

Os pesquisadores do Sloan Digital Sky Survey (SDSS), um megaprojeto de mapeamento do Universo realizado por instituições dos Estados Unidos, Alemanha e Japão, estão se superando. Há um ano, anunciaram a descoberta do objeto mais distante da Terra, um quasar (núcleo de galáxia muito ativo) com redshift de 5,8 (redshift é uma unidade que mede a velocidade de afastamento ou recessão cósmica e se traduz diretamente em distância: uma galáxia a 3,26 milhões de anos-luz, por exemplo, se afasta da Terra a 50 km/s). Em junho, foi divulgado nos Estados Unidos que os dois quasares mais distantes – e, ao mesmo tempo, objetos celestes mais distantes que se conhecem – situam-se na verdade a 6,0 e 6,2 redshifts, cerca de 14 bilhões de anos-luz da Terra. A equipe do SDSS fotografou também a galáxia NGC 4753, bem mais próxima: a 50 milhões de anos-luz. O interesse científico por ela reside em seus filamentos de poeira, vistos como prováveis remanescentes de uma pequena galáxia espiral, que a NGC 4753 tenha capturado.

Republicar