Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

Os rastros do plágio

O economista alemão Hans Werner Gottinger, de 63 anos, protagoniza o mais recente escândalo envolvendo fraudes acadêmicas. Segundo reportagem publicada da revista Nature, um estudante de economia avisou a revista especializada Research Policy que um artigo publicado por Gottinger apresentava equações muito semelhantes às de um estudo publicado em 1980 em outra revista. A revista iniciou uma investigação e descobriu que o caso não era isolado. Em 1999, Gottinger fora acusado de plágio em outra revista. Os editores começaram a lançar trechos de seus artigos em ferramentas de busca da internet e detectaram outras cópias. Autor de mais de cem estudos em áreas como ética, estatística e política ambiental, Gottinger dizia-se diretor do Instituto de Ciência Administrativa da Universidade de Maastricht, na Holanda. Os investigadores descobriram que, na instituição holandesa, ninguém o conhece. O pesquisador argumentou que não teve intenção de plagiar ninguém e que os artigos em questão eram apenas revisões de outros estudos, sem propor nada de original.

Republicar