guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Brasil

Os riscos do futebol de domingo

Atenção, quarentões. Os médicos já preveniam, mas agora é um estudo realizado na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) que alerta: jogar bola apenas uma vez por semana pode fazer mais mal do que bem à saúde. O professor de educação física Roberto Carneiro, autor da pesquisa, registrou a freqüência cardíaca de 32 homens com idade média de 41,8 anos, a maioria sedentários, durante uma partida de 20 minutos de duração. Resultado: 75% deles forçaram tanto o ritmo do coração que se enquadraram no grupo dos que podem desenvolver doenças coronarianas.

Outros 12,5% têm chances moderadas. Só os 12,5 restantes é que escaparam de qualquer risco. Durante o teste, houve casos em que a freqüência cardíaca chegou a 182 batimentos por minuto (bpm), com picos de 211 bpm, bem acima do normal. Se quiserem mesmo preservar o lazer, os esportistas de fim de semana deveriam corrigir os hábitos alimentares e praticar outras atividades físicas ao menos duas vezes por semana. Pode ser caminhadas ou natação. Até mesmo dança.

Republicar