guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

mundo

Os sinos dobram pelo Terceiro Mundo

Academias científicas de todo o mundo propuseram a criação de dois fundos, no âmbito das Nações Unidas, para incentivar a pesquisa nos países pobres. O Inter Academy Council, que congrega 90 instituições, incluindo a Academia de Ciências dos Estados Unidos, enviou um relatório ao secretário-geral da ONU, Kofi Annan, em que critica a organização por não estimular estratégias voltadas para o desenvolvimento no Terceiro Mundo.

O documento, intitulado Criando um futuro melhor: Uma estratégia mundial para capacitação em ciência e tecnologia, sugere a criação de um fundo para dar suporte a 20 centros de excelência nacionais ou regionais por períodos entre 5 e 10 anos, selecionados com base na qualidade de sua produção, independência e afinidades com as necessidades locais. Um segundo fundo operaria um sistema competitivo de subvenção, em que juízes internacionais selecionariam parcerias entre equipes de países pobres e ricos (Nature, 12 de fevereiro).

O dinheiro viria de governos e fundações. Annan deu seu aval ao projeto e se comprometeu a implementá-lo. Disse que a prioridade da ONU é investir em tecnologia aplicada à agricultura. “Eu desafio a comunidade científica a responder por que a África é o único continente que até hoje não conseguiu realizar uma revolução verde.”

Republicar