Prêmio CBMM
Imprimir PDF Republicar

mundo

Os terremotos e os dados viciados

Os terremotos seguem a lei das probabilidades, de acordo com o físico Álvaro Corral, da Universidade Autônoma de Barcelona. Após analisar os catálogos de ocorrências dos tremores, Corral constatou que o risco de um terremoto voltar a sacudir uma região diminui conforme aumenta o tempo transcorrido desde o último tremor (Physical Review Letters, 12 de março). A lógica é similar à que governa os dados viciados. Para quem joga um dado desses uma única vez, é impossível prever o resultado, que se dará ao acaso, mas, se os dados forem rolados muitas vezes, prevalecerá um resultado específico.

Embora o processo seja aleatório, há uma distribuição de probabilidades que favorece um resultado sobre os demais. Com os tremores de terra, a distribuição de probabilidades é semelhante: favorece a ocorrência de eventos em intervalos de tempo pequenos, mas só se torna evidente quando se analisam os registros de períodos longos. Os pesquisadores analisavam os intervalos entre os sismos diferenciando o tremor principal de suas réplicas. Corral tratou os dois tipos como sendo um só e concluiu que, apesar de aleatórios, eles obedecem a uma lei universal.

Republicar