Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Paleontologia

Paleontólogos brasileiros identificam novo dinossauro carnívoro

Ilustração: Maurilio OliveiraUm grupo de pesquisadores brasileiros identificou uma nova espécie de dinossauro carnívoro, um dromeossaurídeo batizado de Ypupiara lopai. A descoberta se deu a partir de análises de fósseis encontrados em rochas do final do Cretáceo em um sítio próximo a Uberaba, em Minas Gerais. Os materiais – pedaços do maxilar com dentes e da mandíbula – integravam o acervo do Museu de Ciências da Terra e estavam emprestados ao Museu Nacional (MN), no Rio de Janeiro, para pesquisa. Os exemplares foram encontrados há quase 80 anos, mas não tinham sido estudados. Eles só foram analisados em detalhe em 2017, antes de serem destruídos no incêndio que atingiu o MN em setembro de 2018. Sob coordenação do paleontólogo Alexander Kellner, diretor do MN, os cientistas conseguiram descrever a nova espécie, produzindo o único registro científico do animal. Estima-se que Y. lopai tenha vivido entre 72 milhões e 66 milhões de anos atrás e tivesse entre 2 e 3 metros de comprimento, do focinho à ponta da cauda. Provavelmente se alimentava de peixes, lagartos e pequenos anfíbios (Papers in Palaeontology, 5 de agosto). Segundo os autores do estudo, trata-se do primeiro registro de um dromeossaurídeo, grupo de dinossauros corredor dotado de penas, em território brasileiro.

Republicar