guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

analgésico

Paracetamol ou placebo? Tanto faz

Para crises agudas de dor lombar, tomar o analgésico paracetamol ou um placebo (preparação neutra, sem efeito farmacológico) não altera o tempo de recuperação. A conclusão é de um estudo que acompanhou 1.652 pessoas com dores nas costas que foram medicadas em 235 centros de atendimento primário de Sydney, Austrália (The Lancet, 24 de julho). Por quatro semanas, os pacientes, que tinham idade média de 45 anos, receberam a droga ou o composto. Ao final do tratamento, os indivíduos que tomaram o analgésico demoraram 17 dias para se recuperar. Os que receberam placebo melhoraram após 16 dias. “Analgésicos simples, como o paracetamol, não devem ser de importância primordial para controlar episódios de dor lombar”, diz Christopher Williams, da Universidade de Sydney, principal autor do trabalho. “Os resultados do estudo sugerem que precisamos reconsiderar a recomendação universal de receitar paracetamol como um tratamento de primeira linha para esse problema. Entender por que esse analgésico funciona em outras situações, mas não para reduzir as dores nas costas, pode ser útil para desenvolvermos novos tratamentos.”

Republish