Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

Parceria contra a meningite

O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz) e o Instituto Finlay, de Cuba, vão produzir mais de 20 milhões de doses da vacina meningocócica AC nos próximos dois anos para abastecer os países africanos do chamado Cinturão da Meningite, como Costa do Marfim, Mali, Nigéria e Sudão. A iniciativa foi sacramentada num contrato entre as duas instituições e a Organização Mundial da Saúde (OMS), em meados de janeiro. O objetivo é prevenir a interrupção das campanhas de imunização, dado o interesse cada vez menor da indústria farmacêutica em fabricar as vacinas. A cooperação garantirá a continuidade do fornecimento.  “É um acordo que visa um bem maior, que está sob a égide da solidariedade internacional”, afirmou o presidente interino da Fiocruz, Paulo Gadelha. A Bio-Manguinhos e o Instituto Finlay dominam a tecnologia de produção de vacinas contra os meningococos A e C. O acordo permitirá que os dois países viabilizem a produção em larga escala, que começará a ser distribuída até o final do ano.

Republicar