guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Parceria espacial

Parceria espacial

HessSistemas de detecção Hess na NamíbiaHess

Por meio de uma parceria com a China, a Namíbia, país de 2 milhões de habitantes da Áfri­ca austral, quer ganhar com­petência em áreas como sensoriamento remoto e comunicações. No mês passado, uma delegação de astronautas chineses inaugurou em Swakop­mund, na Namíbia, um centro que vai monitorar as comunicações com missões espaciais da China. A estação é controlada por técnicos chineses, mas a partir de 2015 o encargo será repassado à Namíbia. Para dar conta dessa tarefa, desde 2008, 11 namibianos foram à China para receber formação especializada. É o caso de Ebenhezer Kauhonina, pesquisador de redes de satélite. “Meus estudos começaram na China e agora continuam em Swakopmund”, disse à agência SciDev.Net. A Namíbia também abriga o Sistema Estereoscópico de Alta Energia (Hess, na sigla em inglês), do Instituto Max Planck, da Alemanha. Alfred van Kent, diretor de pesquisa, ciência e tecnologia do Ministério da Educação da Namíbia, afirma que os centros devem gerar no país alguma expertise em supercomputadores, desenvolvimento de sensores, sistemas avançados de comunicação e robótica.

Republicar