guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Brasil

Patentes

Método regula a expressão de genes

Pesquisadores do Instituto de Biociências da Universidade de  tipo de promotor, uma seqüência de nucleotídeos (as unidades químicas que compõem o genoma) necessária para regular a expressão de um gene em tecidos vegetais. Denominado retroprom, por corresponder a região promotora de um retrotransposom, o promotor serve para controlar a produção de uma proteína associada ao gene e é útil na produção de plantas geneticamente modificadas.

A patente cobre não só o uso do promotor em produtos biotecnológicos, mas também o emprego do método, criado no Brasil, para obtê-lo. A vantagem do retroprom, em relação a outros promotores, é a sua origem: ele pode ser obtido da própria planta que se deseja modificar geneticamente. Atualmente a maioria dos promotores de uso corrente em biotecnologia é de origem viral e está sob proteção de patentes. Dessa forma, com a adoção do retroprom, não é necessário introduzir no vegetal que se deseja modificar um promotor originário de outro organismo. A utilização do retroprom está em testes com espécies de cana-de-açúcar, tomate e tabaco.

Título: Retroprom, método de obtenção de retroprom e uso de retroprom
Inventoras: Marie-Anne Van Sluys, Maria Magdalena Rossi e Paula Gonçalves Araújo
Titularidade: USP/FAPESP

Republicar