Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Pílula inteligente

O tratamento de disfunções do aparelho digestivo, como colite, doença de Crohn e câncer de cólon, poderá se tornar muito mais efetivo graças a um novo dispositivo recém-anunciado pela Philips. Trata-se da pílula inteligente iPill, uma cápsula (do tamanho de um comprimido convencional) dotada de uma minicâmera, projetada para ser engolida e passar naturalmente pelo sistema digestivo. Lá dentro, ela fará a liberação do medicamento de forma controlada por meio de uma bomba comandada por um microprocessador. A iPill determina a sua exata localização medindo a acidez do ambiente digestivo, já que diferentes áreas do estômago e do intestino têm perfis de pH distintos. Além disso, ela é capaz de medir a temperatura local e transmitir os dados para uma unidade receptora externa. Além de tornar os tratamentos mais eficientes, os pesquisadores da Philips acreditam que a pílula-câmera ajudará no desenvolvimento de novos medicamentos.

Republicar