guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

SciELO

Prática do pesquisador

O projeto “Os sentidos de natureza na formação e na prática científica”, de Eliane Brígida Morais Falcão e Flavio Silva Faria, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, investigou o alcance das idéias, das imagens e dos conceitos associados ao termo natureza: de que modo cientistas – homens e mulheres que não apenas produzem ciência, mas formam outros cientistas – concebem a idéia de natureza? Exercício comparativo foi realizado com um grupo de não acadêmicos. Enunciados relacionados ao termo natureza foram investigados nos dois grupos: o primeiro era de pesquisadores/professores de um departamento de bioquímica, e o segundo de motoristas e trocadores de uma linha de ônibus. Mostrou-se que, entre os grupos, as diferenças de formação científica manifestaram-se nas exemplificações marcadas por termos técnicos, usadas pelos bioquímicos. No entanto, as categorias que fundamentam as idéias sobre natureza mostraram-se semelhantes. Foi possível notar que os bioquímicos, mesmo lançando mão de natureza como referência do trabalho científico, acabaram por admitir, de modo geral, a sua incapacidade de precisar o significado do termo. Os resultados revelam a existência de uma lacuna na formação científica superior: a carência de uma formação epistemológica.

Educação e Pesquisa – vol. 33 – nº 2 – São Paulo – maio/ago. 2007

Link para o artigo 

Republicar