guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Agricutltura

Previsão de safra

O trabalho “Sistema de previsão da safra de soja para o Brasil” baseou-se em modelos empíricos regionalizados para estimativa da produtividade da soja, a partir de um banco de dados de área cultivada em escala municipal e de um sistema de monitoramento agrometeorológico de abrangência nacional. Os autores são Eduardo Delgado Assad, Fábio Ricardo Marin, Silvio Roberto Evangelista e Felipe Gustavo Pilau, da Embrapa Informática Agropecuária, de Campinas, José Renato Bouças Farias, da Embrapa Soja, de Londrina, e Hilton Silveira Pinto, Jurandir Zullo Júnior, do Centro de Ensino e Pesquisa em Agricultura, de Campinas. Os modelos incorporam a base conceitual proposta por Doorenbos & Kassam, com ajustes empíricos para cada região do Brasil, considerando-se as diferenças quanto ao potencial produtivo das principais variedades e as peculiaridades dos sistemas de produção utilizados nas diferentes regiões. A base de informações de área cultivada de cada estado foi constituída por dados provenientes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A produção de soja, entre as safras 2000/2001 e 2005/2006, foi estimada e comparada com os levantamentos da Conab. A análise estatística pelo teste t indica não haver diferença entre as estimativas e os dados oficiais. Bons ajustes foram obtidos para as produções regionalizadas, com desvios mais expressivos nos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, do Maranhão, do Piauí e da Bahia. Para os dados consolidados em escala nacional, o maior desvio observado foi de 5,81%, na safra 2000/2001, e o menor de 0,62% na safra 2005/2006.

Pesquisa Agropecuária Brasileira – v. 42 – nº 5 – Brasília – maio 2007

Republicar