Prêmio CBMM
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Processamento mais rápido

No momento em que começam a se popularizar em todo o mundo, as memórias flash presentes em pen-drives, cartões de arquivo de máquinas fotográficas digitais e tocadores de MP3 já sentem os ventos da mudança.

O precursor dessa nova memória computacional é um protótipo desenvolvido em parceria por pesquisadores das empresas IBM, dos Estados Unidos, Macronix, de Taiwan, e Qimonda, da Alemanha. Ela é menor em tamanho, tem 3 nanômetros (nm) de largura e 20 nm de comprimento, e mais rápida no processamento dos dados, cerca de 500 vezes se comparada com a flash. Está sendo chamada de memória de mudança de fase, nome relacionado às alterações de amplitude e duração de um impulso elétrico no material. Segundo comunicado da IBM, a nova memória é formada, principalmente, por uma liga semicondutora de germânio e antimônio e deverá estar disponível para a produção industrial em 2015.

Republicar