guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Tecnociência

Quase 20 projetos no Genoma Funcional

Nada menos que 19 projetos estão aprovados na linha de pesquisa do Genoma Funcional da Xylella fastidiosa , que desde o final do ano passado integra o Programa Genoma FAPESP. Já estão em desenvolvimento dez deles, que foram apresentados atendendo ao primeiro edital de encaminhamento de propostas à Fundação. Os outros nove, enviados por ocasião do segundo edital, com prazo de apresentação de propostas até 11 de maio, foram aprovados recentemente e deverão ser iniciados em breve.

Todos os projetos nessa linha investigam, a partir das abundantes informações genéticas geradas com o seqüenciamento da Xylella , bactéria causadora da Clorose Variegada dos Citros (CVC) ou praga do amarelinho, aspectos da patogenicidade do microorganismo para, a partir disso, propor caminhos de controle e combate dessa doença dos citros, que afeta gravemente a citricultura paulista.

Os 19 projetos aprovados são os seguintes: Epidemiologia e Manejo da Clorose Variegada dos Citros , coordenado por Armando Bergamin Filho, da Esalq; Otimização de Sistemas de Regeneração In Vitro e Estabelecimento de um Protocolo de Transformação Genética para Citros SP , coordenado por Beatriz Madalena Januzzi Mendes, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da USP;Identificação e Análise Molecular de Genes Patogênicos Envolvidos na Interação Citros-Xylella fastidiosa , coordenado por Cláudia de Mattos Bellato, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da USP; Aspectos Fisiológicos da Laranja Doce ‘Pêra’ (Citrus sinensis L. Osb) Afetada por CVC e sua Associação com a Patogenicidade da Xylella fastidiosa , coordenado por Eduardo Caruso Machado, do Instituto Agronômico de Campinas;Investigando o Papel de um Endo-polygalacturonase na Patogenicidade da Xylella fastidiosa , coordenado por Elza Maria Frias Martins, do Instituto Biológico, em associação com Ricardo Harakawa, do Departamento de Patologia Vegetal da Universidade da Flórida; Avaliação de Marcadores Moleculares para a Caracterização de Cepas da Xylella fastidiosa Associadas a CVC e a Requeima do Cafeeiro , coordenado por Gilson Paulo Manfio, da Fundação Tropical de Pesquisas e Tecnologia André Tosello; O Papel de Genes Associados a Goma Xantana na Patogenicidade e Virulência da Xylella fastidiosa e Estratégias Potenciais para Controle Biológico da CVC em Citros , coordenado por João Lúcio de Azevedo, da Esalq; Desenvolvimento de Métodos Experimentais para Testes de Patogenicidade e Adesão de Mutantes de Xylella fastidiosa , coordenado por João Roberto Spotti Lopes, da Esalq;Proteoma de Xylella fastidiosa: I. Análise Diferencial para Estudo de Patogenicidade; II- Construção de Base de Dados 2D-PAGE , coordenado por José Camilo Novello, do Instituto de Biologia da Unicamp; Identificação e Caracterização de Genes de Xylella fastidiosa Expressos em Plantas de Cítros Infectadas e Regulados por Sensores de Quorum , coordenado por Márcio Rodrigues Lambais da Esalq; Genes Expressos da Xylella fastidiosa em Condições de Crescimento Lento e Rápido , coordenado por Marcos Antônio Machado, do IAC;Análise Funcional do Operom Gum da Xylella fastidiosa e sua Relação com a CVC , coordenado por Paulo Arruda, da Unicamp;Identificação e Análise Funcional de Genes com Resposta ao Stress Oxidativo na Xylella fastidiosa , coordenado por Regina Lúcia Batista da Costa de Oliveira, do Núcleo Integrado de Biotecnologia da Universidade de Mogi das Cruzes; Xylella fastidiosa – Papel de Exoenzimas (proteases, celulases, liases do pectato) e da Adesão (na planta e no inseto vetor) na Patogenicidade , coordenado por Sérgio Florentino Pascholatti, da Esalq;Relações Genéticas e Patológicas entre Cepas da Xylella fastidiosa , coordenado por Sílvio Aparecido Lopes, do Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas da Universidade de Ribeirão Preto; Análise do Genoma Funcional da Xylella através da Identificação de Proteínas Putativas e de Compostos de Baixo Peso Molecular Associados com a Virulência, coordenado por Siu Mui Tsai, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da USP; Estabelecimento de Condições para Divisão de Genes Potencialmente Envolvidos na Patogênese da Xylella fastidiosa, coordenado por Suely Lopes Gomes, do Instituto de Química da USP; Desenvolvimento de um Sistema Experimental de Testes de Patogenicidade da Xylella fastidiosa de CVC em Laranja Doce , coordenado por Wenbin Li, do Fundo Paulista de Defesa da Citricultura, (Fundecitrus), eAmplified-Open Reading Frames (AMORF) Combinado a Hibridização para Identificação de Genes Relacionados com a Patogenicidade da Xylella fastidiosa , coordenado por Yoko Bomura Rosato, da Unicamp.

Republish