guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Política C&T

Refazendo os conceitos

Pesquisas puras (campo habitualmente definido como Ciência) e aplicadas (ou Tecnologia) não podem mais ser tratadas de modo isolado, já que, atualmente, constituem atividades bastante entrelaçadas. No projeto Genoma, financiado pela FAPESP, grupos multidisciplinares de pesquisa conciliam interesses científicos e econômicos enquanto avançam no seqüenciamento genético da bactéria causadora do amarelinho, uma doença que causa sérios danos aos laranjais.

O trabalho científico pode atualmente ser dividido em dois grandes conjuntos, segundo o professor Francisco Romeu Landi, diretor presidente da FAPESP. O primeiro abrange áreas como a Astronomia e prima pela busca do conhecimento a respeito dos fenômenos mais amplos do universo. O segundo campo, bem maior, abarca as atividades que podem ter qualquer vislumbre de aplicação. “De acordo com o modelo antigo, Biologia era ciência básica”, lembra ele. “Atualmente, porém, no dia seguinte ao término do seqüenciamento de um gene já é possível pensar-se numa aplicação tecnológicaºß.”

Há, assim, explica ele, uma espécie de grande área cinzenta, na qual difícil é estabelecer onde termina a pesquisa básica e onde começa a pesquisa aplicada, onde se exaurem os domínios da ciência e começa o campo da tecnologia e da inovação.

Leia a matéria principal

Republish