Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Demografia

Reprodução em baixa

EDUARDO CESARBrasil: mais educação e renda, menos filhosEDUARDO CESAR

Estes dados deveriam interessar aos formuladores de políticas públicas. Há tempos se sabe que o número de filhos que as brasileiras têm diminuiu muito. Baixou de, em média, 5,8 em 1970 para 2,6 em 2000. A queda não foi homogênea nem ocorreu ao mesmo tempo em todo o país. A diminuição na fecundidade foi intensa no Sul e no Sudeste na década de 1970 e só depois caiu nas outras re­giões. Alguns demógrafos explicam a queda pela disseminação de um perfil de família entre as pessoas, processo chamado contágio ou difusão. Agora Suzana Cavenaghi, da Escola Nacional de Ciências Estatísticas, no Rio de Janeiro, comparou a redução na fecundidade com indicadores de desenvolvimento social e econômico (taxa de eletrificação, taxa de mortalidade infantil e educação materna) em 500 microrregiões. Constatou que a redução é explicada pelo desenvolvimento social e econômico (Population Research and Policy Review). A difusão pode ter ajudado, mas só no início.

Republicar