guia do novo coronavirus
Imprimir Republicar

Estratégias

Reserva técnica para bolsas de mestrado e doutorado

A FAPESP determinou recentemente uma alteração nos procedimentos relativos à reserva técnica para bolsas de mestrado e doutorado no país. Agora, para cada processo de bolsa concedida nessas modalidades, será aberto também um processo de Auxílio em nome do Orientador, para quem serão encaminhados os recursos da reserva técnica, correspondentes a, no máximo, 30% do valor anual da bolsa. Antes dessa mudança, a reserva referia-se a um grupo de bolsas e seus recursos eram encaminhados para o Coordenador do Programa de Pós-Graduação a que os mestrandos e doutorandos estivessem vinculados.

Os recursos da reserva técnica destinam-se a cobrir os custos relativos a atividades complementares para a formação do estudante, tais como diárias e transporte para participação em reuniões cientificas e cursos no país e no Exterior (neste caso, somente para bolsistas de Doutorado), trabalho de campo, material de consumo, serviços técnicos eventuais (sem vínculo empregaticio), material bibliográfico e equipamentos estritamente necessários para o desenvolvimento do projeto (sendo que o material permanente será doado à instituição).

Podem também cobrir custos de impressão da dissertação ou tese e o desenvolvimento de parte do projeto em outras instituições do país (ou do exterior, no caso de bolsista de Doutorado), de acordo com as instruções definidas pela FAPESP. É o Orientador quem deve fazer a solicitação de recursos da reserva técnica, sempre descrevendo e fundamentando as atividades que serão financiadas. Sua concessão não é automática, mas examinada caso a caso.

Republicar