guia do novo coronavirus
Imprimir Republicar

Tecnologia

Robô hospitalar contra o novo coronavírus

Pesquisadores da USP desenvolvem aparelho autônomo para transportar medicamentos e exames em instituições de saúde

Feito de aço inoxidável e acrílico, o robô tem autonomia para operar por oito horas sem precisar recarregar

Leopoldo Yoshioka/Poli-USP

Em tempos de pandemia, o distanciamento físico é medida vital para diminuir o risco de contaminação pelo vírus Sars-CoV-2, causador da Covid-19. Alinhados a essa orientação, pesquisadores da Escola Politécnica (Poli) e da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade de São Paulo (USP) criaram um robô para fazer o transporte de medicamentos, coletas para exames e documentos no Hospital Universitário (HU) da USP. “Ao assumir funções desempenhadas por humanos, o robô diminui a circulação no hospital e reduz o contato entre profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate à Covid-19”, afirmou a Pesquisa FAPESP o engenheiro eletricista Leopoldo Rideki Yoshioka, professor do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos da Poli-USP e um dos idealizadores do projeto. A tecnologia já vem sendo usada em outros hospitais pelo mundo (ver vídeo abaixo).

O robô mede 120 centímetros (cm) de altura, por 80 cm de comprimento e 40 cm de largura e se desloca entre 3 e 5 quilômetros por hora. Para não se perder, tem instalado na memória a planta do HU-USP. Um laser de varredura e uma câmera o auxiliam nos deslocamentos, evitando que colida com obstáculos. A requisição de seus serviços é feita por meio de um aplicativo de smartphone. Um enfermeiro pode, por exemplo, solicitar que ele busque remédios na farmácia ou leve amostras de exames para o laboratório de análises clínicas. Duas unidades do robô transportador hospitalar devem começar a ser testadas na instituição em meados de junho. O projeto, que recebeu financiamento de R$ 64,5 mil do Fundo Patrimonial Amigos da Poli, foi inspirado no Delivery Robot, equipamento autônomo criado em 2019 pelo Grupo de Mobilidade da Poli-USP para transportar documentos, produtos e mercadorias entre as diversas unidades da Cidade Universitária, na capital paulista.


Conheça o robô que transporta medicamentos no Hospital Popular da Província de Guangdong, na China
Republicar