Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Suporte estabiliza polegar

Pequenas tarefas cotidianas, como abrir e fechar torneiras, tornam-se proibitivas para cerca de 80% dos portadores de artrite reumatóide, doença inflamatória crônica que provoca deformidades nas mãos, principalmente nos polegares. Para ajudá-los, a terapeuta ocupacional Paula Gabriel Silva, que trabalha no setor de reabilitação em reumatologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), desenvolveu uma órtese (suporte) de estabilização do polegar. Paula diz que a deformidade do polegar, que suporta boa parte do trabalho das mãos, sobrecarrega as articulações com movimentos inadequados, estimulando o aparecimento de dores.

“O modelo criado não machuca e oferece maior estabilidade ao polegar.” A órtese é feita sob medida, em material termoplástico. Foram testados 40 pacientes durante 90 dias, em relação à dor, força de preensão, destreza e capacidade funcional da mão. Metade usou a órtese em período integral (grupo estudo) e o restante (grupo controle) durante as consultas com a terapeuta. Ao final do estudo, os resultados mostraram que, para os usuários constantes do aparelho, a dor diminuiu em cerca de 33%.

Eles também apresentaram um resultado superior no item destreza na realização de tarefas em comparação com os usuários esporádicos. A força de preensão da mão e do movimento de pinça dos dedos polegar e indicador não foi prejudicada com o uso do aparelho, já que não houve alteração na força medida.

Republicar