Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Química

Tubo de ensaio nanométrico

Um prêmio de € 1 milhão dado por uma instituição de fomento à pesquisa européia ao cientista Jeroen Cornelissen, da Universidade de Radboud,na Holanda, poderá levar ao desenvolvimento de um interessante nanorreator. Cornelissen, de 35 anos, iniciou seus estudos na área da química orgânica e recentemente passou a trabalhar na montagem de biomacromoléculas. Um tema importante de sua pesquisa é a síntese de materiais híbridos de polímeros sintéticos e biomacromoléculas. Esse trabalho é baseado no uso de materiais protéicos de um tipo de vírus inofensivo encontrado em plantas com o objetivo de construir reatores nanométricos e materiais funcionais. O nanorreator, no caso, é a capa protéica (ou capsid) que envolve o material genético do vírus Cowpea chlorotic mottle, conhecido pela sigla CCMV. É possível capturar compostos químicos precursores e catalíticos nesses capsids, que são porosos e funcionam como uma espécie de “tubo de ensaio”. Ao fazer isso, o pesquisador espera compreender melhor como ocorrem certas reações químicas e, ao mesmo tempo, elevar a eficiência de reações industriais importantes.

Republicar