guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Um artifício para contar elétrons

O físico Alex Rimberg, da Rice University, nos Estados Unidos, e dois de seus alunos de pós-graduação conseguiram tornar os elétrons – partículas que giram ao redor do núcleo atômico – um pouco menos abstratos: conseguiram realizar pela primeira vez uma contagem de elétrons individuais em tempo real, valendo-se de um aparelho nanoscópico que se vê ao lado, feita com um microscópio eletrônico.

Medindo cerca de 1 milionésimo de metro de comprimento, o aparelho foi construído sobre um filme ultrafino de um material supercondutor, o arseneto de gálio. Um campo elétrico em forma de anel corre em volta das pontas de cinco fios de ouro, criando uma ilha central onde cerca de 80 elétrons são isolados dos demais na estrutura.

Valendo-se de temperaturas ultrafrias, os pesquisadores conseguem reduzir a movimentação dos elétrons e contar, individualmente, suas entradas e saídas do circuito (Nature, 22 de maio). O resultado beneficia especialmente a pesquisa de computadores quânticos, projetados com base na estranha propriedade dos elétrons de estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Republicar