Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Saúde Pública

Um vírus muito agressivo

CYNTHIA GOLDSMITH/CDC Alastrado: vírus da gripe do frango não pára nos pulmõesCYNTHIA GOLDSMITH/CDC

O vírus da gripe do frango pode ser muito mais agressivo do que se imaginava. Causador de uma doença respiratória bastante letal que atinge aves e seres humanos, o vírus H5N1 matou 200 das 328 pessoas infectadas em dez países, segundo a Organização Mundial da Saúde. Agora pesquisadores da Universidade de Pequim constataram que ele não atinge apenas os pulmões das vítimas. A equipe de Jiang Gu avaliou os tecidos de duas pessoas – um homem e uma gestante – que morreram em conseqüência da infecção pelo vírus. Encontraram material genético e proteínas do vírus nos pulmões, na traquéia, nos linfonodos e no cérebro dos adultos. Já no feto, havia material do H5N1 nos pulmões, além de inflamação no fígado, sinal de que o vírus é capaz de superar a proteção imunológica oferecida pelo organismo materno (29 de setembro). Segundo Gu, acreditava-se que o H5N1 não infectasse a traquéia e esse fato era usado para afirmar que ele só atingiria as vias aéreas inferiores. “Nosso estudo mostrou que não é isso que ocorre”, diz.

Republicar