Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Boas práticas

Uma coleção de artigos retratados

Um artigo sobre brócolis e seus benefícios à saúde foi retratado pela revista Mini-reviews in Medicinal Chemistry, 12 anos após sua publicação. Não que as vantagens do vegetal estejam sendo reavaliadas. O problema do paper estava nas práticas de seu autor, o médico indiano radicado nos Estados Unidos Dipak Kumar Das (1947-2013). Ele foi diretor do Centro de Pesquisa Cardiovascular da Universidade de Connecticut e já teve 22 artigos retratados por fabricação de dados, falsificação de imagens, atribuição irregular de autoria, autoplágio e desrespeito às normas éticas de pesquisa. O trabalho sobre brócolis foi invalidado porque trazia em suas referências outros papers de Das que haviam sido retratados nos últimos anos.

Pesquisador prolífico, Das escreveu mais de 500 artigos, sendo 117 deles sobre o resveratrol, um ingrediente do vinho tinto com efeitos antioxidantes. Em 2008, ele foi alvo de uma denúncia anônima que levou a Universidade de Connecticut a investigar sua produção científica. Acabou demitido da instituição em 2012, quando uma comissão identificou 145 exemplos de fabricação e falsificação de dados e imagens em 26 artigos publicados pelo autor em 11 revistas científicas. No ano seguinte, anunciou que entraria com um processo contra a universidade por difamação, pedindo uma indenização de US$ 35 milhões, mas morreu antes que o caso fosse levado à Justiça. As fraudes não chegaram a macular o campo de pesquisa sobre o resveratrol, já que Das estudava aspectos secundários do composto.

Republicar