Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

MÁRIO COVAS

Uma grande conquista

O argumento era decisivo: se Deus parou o Sol, para permitir que os hebreus, chefiados por Josué, continuassem a combater os amoritas, era evidente que o grande astro – e não a Terra – é que estaria em movimento. O argumento não foi suficiente para interromper a trajetória do planeta, que continuou a girar em torno ao Sol. Eppur, si muove.

Anos antes, em 1609, Galileu assestara seu telescópio contra os céus. E descobrira os anéis de Saturno, as luas de Júpiter, as montanhas da Lua. O universo em movimento… Contou mais de quarenta estrelas ali, no aglomerado que forma as Plêiades – onde a olho nu os antigos viam sete e onde hoje se distinguem milhares.

No mesmo século em que o homem se voltava à imensidão do cosmos, debruçou-se também sobre a micrographia, os pequenos traçados, descobrindo e batizando as células. Por um prato de lentilhas, Esaú vendeu a Jacó seus direitos de progenitura. Com uma semente da mesma família – a ervilha – o padre Gregor Mendel começou a decifrar as leis da hereditariedade. Da modéstia de um pomar e de algumas plantas chegamos aos 3 bilhões de caracteres componentes dos 100 mil genes dos seres humanos.

Tem uns poucos que são amigos-da-onça, e que, por isso mesmo, são um autêntico perigo. Mas tem muita gente que é amiga da Onsa e, então, é verdadeiramente amiga. É o caso dos 192 pesquisadores e dos 35 laboratórios que se integraram em uma rede de conhecimentos e experiências que resultou em dos mais brilhantes feitos científicos da atualidade: o seqüenciamento do genoma da Xyllela fastidiosa.

É uma honra para São Paulo oferecer à comunidade internacional os frutos da sua competência. É motivo de especial alegria ter propiciado ao nosso país essa grande conquista. Um sucesso que decorre da inequívoca excelência dos nossos cientistas – muitos deles formados em outros estados, resultando, por isso, do acervo de conhecimentos acumulado por toda a nossa terra. Daí a satisfação de compartilhar esse avanço com os demais centros de pesquisa do Brasil.

O êxito obtido trouxe consigo duas outras importantes conseqüências: qualificou ainda mais os recursos humanos que se dedicam à genética e conferiu maior experiência a nossos profissionais da bioinformática. A biotecnologia está na confluência da química, da física e da biologia. O fato ressalta a importância do Estado como articulador desses setores não apenas entre si, mas também com a iniciativa privada.

Não há, hoje, como pensar em crescimento econômico sem competitividade. Para que nossos produtos sejam competitivos, é necessário tecnologia. São Paulo dispõe de um vasto aparato criador de ciência e tecnologia. Mantém uma grande entidade fomentadora de seu desenvolvimento, que é aFAPESP. É dotado de profissionais altamente especializados. Conta, por fim, com a vontade política do Governo de facilitar o acesso à tecnologia, inclusive para as micro e pequenas empresas.

E São Paulo quer continuar a ser multiplicador de conhecimentos para o país, universalizando o progresso e o bem-estar por todo o território nacional.A liberdade do homem se fundamenta em três princípios: a justiça, a cultura e a ciência. Todo governo democrático tem a obrigação de garantir o seu exercício. Para tanto, necessita do concurso de toda a sociedade.

A FAPESP, os 35 laboratórios envolvidos no Projeto Genoma Xylella e os 192 profissionais premiados fizeram e continuarão a fazer a sua parte. E não faltará a este Governo determinação para apoiá-los e a projetos semelhantes.Nos últimos cem anos, “desconstruiu-se” a matéria para melhor construir-se a vida, perscrutou-se o microcosmo para que mais completamente fosse atingido o universo: um movimento que surpreendeu no infinitamente pequeno o incomensuravelmente grande.

Os cientistas de São Paulo, cuja contínua presença no que Isaac Newton chamou de “vasto mar do conhecimento” é uma distinção para todos brasileiros, merecem o reconhecimento por mais um êxito. São Paulo tem orgulho dos seus cientistas. Não aquela vaidade que é a bem-aventurança dos tolos, mas o justificado orgulho de quem admira no outro as virtudes, o empenho e os méritos do conhecimento.Em nome do povo de São Paulo, recebam nosso muito obrigado.

Mário Covas é governador do Estado de São Paulo

Republicar