guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Uma liga metálica muito estranha

Uma incrível combinação de titânio, nióbio, tântalo, zircônio e oxigênio, que desafia qualquer teoria conhecida sobre ligas metálicas, está causando furor no mundo da engenharia de materiais. Desenvolvida pela Toyota, no Japão, e já apelidada de “metal-goma” – pela capacidade que tem de ser dobrada quase em ângulo reto e retornar à forma original -, a novidade é saudada como o primeiro rebento de uma nova geração de superligas.

Outras propriedades interessantes: um fio de metal-goma pode ser esticado para até o dobro do tamanho original sem se romper, e a liga é capaz de conservar todas as suas características em uma faixa de temperatura que vai de 200º C a – 200º C.

Usado até o momento apenas para fabricar armações inquebráveis de óculos, o material está no mercado há pouco mais de um ano, mas até agora seus descobridores não publicaram nem sequer uma linha contando o que ele é ou como funciona. E não por uma questão de sigilo industrial. É que eles próprios não sabem do que se trata. Segundo os pesquisadores, o comportamento dos átomos do material é anormal demais para ser explicado em detalhes. A equipe quer decifrar o novo material antes de submeter o fenômeno aos olhos do mundo.

Republicar