guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

USP no Top 500

Ao adquirir um supercomputador com poder de realizar 2,9 trilhões de operações por segundo, a Universidade de São Paulo (USP) passou a fazer parte da relação dos 500 mais poderosos aglomerados computacionais do mundo, ocupando o 363° lugar no ranking Top 500, do qual, no Brasil, apenas mais três computadores da Petrobras fazem parte. O primeiro lugar dessa lista, feita pelas universidades de Mannheim, na Alemanha, e do Tennessee, nos Estados Unidos, é do Departamento Nacional de Energia Nuclear de Segurança Administrativa, dos Estados Unidos. A USP é a primeira universidade brasileira a participar do ranking. A máquina comprada da IBM custou US$ 650 mil e foi financiada pela FAPESP. Ela facilitará os estudos em astronomia, engenharia elétrica, na variação de cálculo de propriedades de sistemas eletrônicos, genômica, meteorologia e demais atividades que exigem a realização de cálculos complexos. O supercomputador é composto por 448 processadores e será instalado no Laboratório de Computação Científica Avançada  do Centro de Computação Eletrônica na Cidade Universitária em São Paulo.

Republicar