guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

mundo

Vida longa para os cientistas coreanos

O Ministério do Planejamento e Orçamento da Coréia do Sul anunciou um aumento de 50% nas verbas para Ciência e Tecnologia das universidades (Nature, 11 de dezembro). Isso significa a destinação de US$ 190 milhões para 2004, grande parte endereçada à oferta de bolsas de pesquisa. “Estamos tendo dificuldades em atrair estudantes para os programas”, diz Taeho Bark, vice-reitor para assuntos internacionais da Universidade Nacional de Seul.

“As verbas extras deverão resolver o problema.” A Coréia do Sul também luta para manter os professores mais experientes em atividade por mais tempo. O ministro declarou que pretende oferecer contratos de extensão de dois anos a cientistas exemplares, a fim de estimulá-los a permanecer em seus postos depois da aposentadoria compulsória aos 65 anos.

Republicar