Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Universidade de São Paulo

Zago é o reitor da USP

Marco Antonio Zago e Vahan Agopyan: reitor e vice escolhidos pelo governador

Ernani CoimbraMarco Antonio Zago e Vahan Agopyan: reitor e vice escolhidos pelo governadorErnani Coimbra

O governador Geraldo Alckmin nomeou os professores Marco Antonio Zago como novo reitor da Universidade de São Paulo (USP) e Vahan Agopyan como vice-reitor. O mandato é de quatro anos. A chapa formada por Zago e Agopyan foi a mais votada no colégio eleitoral, composto por integrantes do conselho universitário, dos conselhos centrais e das congregações das unidades e dos conselhos deliberativos de museus e institutos especializados, realizado no dia 19 de dezembro. Recebeu 1.206 votos e encabeçava a lista tríplice encaminhada ao governador, que tem a prerrogativa da escolha. Pró-reitor de Pesquisa na gestão do reitor João Grandino Rodas, professor titular da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Zago, de 66 anos, formou-se na Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto e foi diretor clínico do Hospital das Clínicas e diretor científico do Hemocentro, ambos de Ribeirão Preto. Doutorou-se pela USP e fez o pós-doutorado na Universidade de Oxford. Como pesquisador, contribuiu para o estudo da anemia falciforme e da talassemia. Desde 2000 coordena o Centro de Terapia Celular, um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid) financiados pela FAPESP. Entre 2007 e 2010 presidiu o Conselho de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e criou os Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs). Também foi um dos coordenadores de área da Diretoria Científica da FAPESP, uma comissão de reconhecidos especialistas com a responsabilidade de coordenar o processo de análise de mérito das solicitações submetidas à Fundação. O novo vice-reitor, Vahan Agopyan, é engenheiro e professor titular da Escola Politécnica da USP (Poli) com doutorado pela University of London King’s College, no Reino Unido. Dirigiu a Poli e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Foi presidente do Conselho Superior do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) e membro do Conselho Superior da FAPESP.

Republicar