guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Cartas | 278

Cartas | 278

Financiamento da educação
Importante investigação sobre os gastos com a educação no Brasil, inclusive para desfazer a falácia que tem sido colocada em relação aos recursos aplicados (“Engrenagem complexa”, edição 277). Não construiremos um país melhor sem uma educação forte. Também ficou muito legal a reportagem “Modelos recriados”, em que aprendemos sobre a gênese da universidade no Brasil.
Flávio Demarco
*
Apenas lamento essa história ser tão pouco contada.
André Adriano Rocha Aleixo
**
Tabela periódica
Difícil mesmo é produzir elementos cada vez mais pesados, instáveis e radioativos (“A encruzilhada da tabela periódica”, edição 277).
Leonardo Costa Fiorini
**
Francisco Costa
A entrevista com o economista Francisco de Assis Costa (“As múltiplas faces da Amazônia”, edição 277) foi fantástica. Uma de suas afirmativas – “precisamos ensinar ao mundo o que é um bom açaí, como os franceses fizeram com seus vinhos” – serviu de estímulo para a ideia de elaboração de uma sequência didática para o ensino de histórias e culturas indígenas na educação básica, apresentando diferentes pontos de vista acerca do fruto. Quando associada aos saberes do povo indígena Baniwa-Coripaco, o excerto da entrevista poderá ajudar como um recurso didático para o ensino de história.
Patrícia Cerqueira
**
Vídeos
Adorei o vídeo “Sirius, o maior e mais complexo laboratório brasileiro”. Mais bem explicado impossível. Ultimamente não temos tido muitos acontecimentos para nos orgulhar no Brasil e ver a realização desse projeto me encheu de esperança e de orgulho.
Candida Marisa Barbieri Lamante
*
Que estrutura grandiosa e superinteressante. Contribuirá muito para o avanço nas pesquisas. Quero fazer uma visita.
Edson Wander
*
Projetos dessa magnitude são muito importantes, pois alavancam o desenvolvimento da ciência e tecnologia não só com as pesquisas que lá serão realizadas, mas também ao demandar soluções inovadoras e de alta tecnologia para sua construção e operação.
Natan Chikaoka
***
Sua opinião é bem-vinda. As mensagens poderão ser resumidas por motivo de espaço e clareza. cartas@fapesp.br

Republicar