Guia Covid-19
Imprimir Republicar

Farmacologia

Cloroquina e hidroxicloroquina aumentam risco de arritmia e morte

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu interromper os testes clínicos em andamento com cloroquina e hidroxicloroquina. A decisão ocorreu depois da publicação de um estudo internacional publicado na revista The Lancet feito com 96.032 pessoas com Covid-19 atendidas em 671 hospitais. Os pacientes receberam um dos quatro regimes de tratamento: cloroquina; cloroquina e antibióticos, hidroxicloroquina ou hidroxicloroquina e antibióticos, sempre somado ao tratamento convencional. A administração de cloroquina ou hidroxicloroquina aumentou de 75% a 152% o risco de morte durante a internação e elevou de 13 e 26 vezes o de sofrer arritmia.

Republicar