Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Nutrição

Guias alimentares

O guia alimentar brasileiro é baseado parcialmente nas recomendações norte-americanas a despeito das críticas e problemas identificados no documento dos Estados Unidos. No estudo “Recomendações dietéticas: comparação entre os guias alimentares brasileiro e americano” as recomendações alimentares para o Brasil são resumidas e discutidas em comparação com as recomendações norte-americanas. Os guias alimentares brasileiro e americano são bastante similares em diversos aspectos, particularmente aqueles relacionados com a variação da dieta, a importância da atividade física e o gerenciamento do peso. Diferentemente dos Estados Unidos, o guia brasileiro estimula o consumo de alimentos frescos, aconselha o uso de fontes saudáveis de gorduras, a limitação de gordura trans, a ingestão de boas fontes de proteínas, mas não indica o consumo de grãos integrais. Além dos desafios relacionados com a sua implantação, os indicadores para a avaliação da eficácia dos guias alimentares devem ser estabelecidos desde sua implantação, particularmente os relacionados a mudanças nos hábitos alimentares e à prevalência da obesidade, de acordo com os autores do trabalho Rosely Sichieri, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Stephanie E. Chiuve e Walter C. Willett, da Harvard School of Public Health (Estados Unidos), Rosângela Alves Pereira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e Aline Cristine Souza Lopes, da Universidade Federal de Minas Gerais.

Cadernos de Saúde Pública – vol. 26 – nº 11 – Rio de Janeiro – nov. 2010

Link para o artigo

Republicar