Prêmio CBMM
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Lanterna nanoscópica

Uma ínfima fonte de luz capaz de obter imagens em alta resolução de estruturas em escala nanométrica foi criada por pesquisadores de instituições norte-americanas e japonesas. Eles desenvolveram um nanofio que funciona como uma lanterna do tamanho de poucos nanômetros (1 nanômetro é a milionésima parte de 1 milímetro). O dispositivo criado pela equipe de Peidong Yang, da Universidade da Califórnia (EUA), é feito de um material inorgânico chamado niobato de potássio (KNbO3) capaz de alterar a freqüência de um feixe de luz. Eles utilizaram uma pinça óptica – um aparelho que usa feixes de laser para manipular objetos microscópicos – para segurar o nanofio e fazer imagens de uma estrutura nanométrica. Essa técnica pode ajudar a quebrar uma barreira importante no campo da nanotecnologia. Normalmente, é impossível obter imagens com resolução inferior ao comprimento de onda da luz utilizada, algo que o nanofio é capaz de fazer. Como o aparato não precisa de eletrodos ou circuitos eletrônicos convencionais, ele pode ser utilizado em tecidos vivos sem risco de danos ao organismo. Além do potencial de ser uma ferramenta para obter imagens de organismos vivos, a técnica pode ter uso ainda na transmissão e processamento de informação (Nature de 28/06/2007).

Republicar