Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Geologia

Nas profundezas de um gêiser

Wikimedia CommonsGeocientistas da Universidade de Utah e do Parque Nacional de Yellowstone, Estados Unidos, mapearam pela primeira vez o interior do gêiser mais potente do mundo, o Steamboat, capaz de produzir jatos de vapor e água escaldante com até 110 metros de altura, o dobro da alcançada pelo jato de seu vizinho, o Old Faithful, o gêiser mais famoso de Yellowstone. Diferentemente do Old Faithful, que sofre erupções com regularidade, todos os dias, o Steamboat é imprevisível. Sua primeira fase de atividade intermitente foi registrada nos anos 1960 e uma segunda durante os anos 1980. Depois, só voltou à ativa em 2018, quando os pesquisadores instalaram uma rede de 50 sismógrafos portáteis a sua volta para registrar as ondas sísmicas geradas nas erupções. A análise das ondas permitiu obter uma imagem de seus condutos e fraturas subterrâneas, que chegam a 120 metros de profundidade, 60 metros a mais que a dos condutos do Old Faithful (Journal of Geophysical Research, 7 de março).

Republicar