guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Requeijão brasileiro nos Estados Unidos

Os americanos e os brasileiros que moram nos Estados Unidos vão poder, em breve, se deliciar com o requeijão cremoso, um produto comum no Brasil, mas inexistente naquele país. A empresa Lacta Dairy, instalada na cidade de Houston, no estado do Texas, firmou um convênio com a Universidade Federal de Viçosa (UFV) para montar uma linha de produção onde, além do requeijão, serão fabricados, doce de leite, queijo minas frescal, queijo minas curado e pão de queijo. Fabricante de queijos do tipo cheddar e monterrey, a Lacta quer atingir a comunidade brasileira que, em grande número, vive, principalmente, no vizinho estado da Flórida.

O professor Mauro Mansur Furtado, do Departamento de Tecnologia de Alimentos da UFV e coordenador do convênio iniciado em maio deste ano, diz que grande parte dos equipamentos que estão sendo comprados pela Lacta é de indústrias brasileiras. A empresa Biasinox, por exemplo, situada na cidade de Lambari, em Minas Gerais, está exportando máquinas para fabricar requeijão, produto também inédito no mercado americano. Outras empresas são a Metal Rogek, de Diadema, em São Paulo, e a Stephan Geiger, de São José dos Pinhais, no Paraná.

Republicar