Prêmio CBMM
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Vodca, suco de laranja e tapas

Por que as pessoas que consomem grande quantidade de bebidas alcoólicas podem se tornar agressivas? Esse efeito depende do nível de intoxicação, das próprias pessoas ou das circunstâncias? O psicólogo Peter Giancola e a estudante Michelle Corman, da Universidade de Kentucky, Estados Unidos, exploraram essas perguntas em laboratório com um grupo de homens jovens. Alguns tomaram três ou quatro doses de vodca com suco de laranja enquanto outros permaneceram sóbrios. Então competiram entre si em um jogo que exigia respostas rápidas. A cada rodada que perdiam, recebiam um pequeno golpe, que variava em intensidade. Quando ganhavam, eram eles que davam um golpe nos oponentes. Ao mesmo tempo, a pedido dos pesquisadores, alguns voluntários – que haviam bebido ou não – faziam um difícil teste de memória: o objetivo era ver se eles poderiam se distrair e se teriam reações hostis. Como descrito em julho na Psychological Science, os que haviam bebido e não tinham nada com o que se distrair mostravam uma clara agressividade contra seus adversários. Já os que haviam bebido e se concentrado no teste de memória eram menos agressivos até mesmo do que os que não haviam bebido. Conclusão: o álcool pode tanto aumentar quanto reduzir a agressividade, dependendo se a pessoa está focada ou não em outra coisa.

Republicar