Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Arqueologia

As novas dimensões de Ur

The LIFE Picture Collection / Getty Images

Ur, uma importante cidade-estado da Mesopotâmia entre 3.800 e 500 anos antes de Cristo, pode ter ocupado uma área até oito vezes maior do que a estimada por arqueólogos nos anos 1980. Usando imagens aéreas atuais e de aviões e satélites de espionagem da Guerra Fria, além de expedições recentes ao local, a arqueóloga Emily Hammer, da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, está redimensionando a extensão territorial de Ur. Suas estimativas indicam que a cidade-estado teria ocupado 5 quilômetros quadrados. Imagens aéreas de alta resolução feitas por um drone em 2017 permitiram identificar vestígios de construções espalhadas por uma vasta área não mapeada antes. Fotos feitas por aviões U-2 nos anos 1950 e por satélites nos anos 1960 também sugerem a existência de uma rede de canais e outras estruturas unindo a região central de Ur a uma localidade mais distante, com a qual pode ter se conectado de tempos em tempos (Iraq, dezembro de 2019). O que restou de Ur fica nos arredores de Tell el-Muqayyar, Iraque. Um exemplo é o zigurate (foto), templo em forma de pirâmide.

Republicar